12
11
14
Foster Huntington é um fotógrafo e blogueiro por trás de um projetos mais legais que eu já vi nos últimos anos. Em seu primeiro blog, The Burning House, Foster pediu a diversas pessoas que tirassem fotos de seus poucos bens que resgatariam se suas casas incendiassem. Ele também trabalhou no projeto #VanLife, no qual fotografou pessoas que moram em caravanas e vans durante três anos nas estradas, que mais tarde virou um livro.
Ambos os blogs se tornaram sensações online e ajudaram a pavimentar o caminho para o mais recente projeto de Foster – construir o que parece ser a casa na árvore mais épica do mundo.

 

“Nós começamos isso em fevereiro e nós esperamos concluir o projeto daqui a duas ou três de semanas”, diz ele por telefone de cima das árvores de Portland, Oregon. “Eu sempre quis ter uma casa na árvore.”


Continuar lendo >>

a minha família está na casa da árvoremesa de rais de avoregeral ligado casa na arvoredaqui de cima do skate que significa

21
10
14
Mãe é mãe? Pode crer meu amigo, não existe nada mais bravo no mundo do que mãe defendendo filho. Muitas mulheres são, e serão, mães. Mas “ser mãe” não é apenas parir um filho. Infelizmente, há muitas mulheres que mal cuidam de suas crianças. Ser mãe é ser capaz de fazer tudo pelos filhos. As moças que estrelam este post são mães verdadeiramente incríveis; algumas delas podem até ser chamadas de mães ninjas. Você verá por quê. Confira agora a lista  das 6 melhores mães do mundo:
A MÃE QUE DEIXOU SER ATROPELADA PARA QUE PUDESSE SALVAR SUAS FILHAS
As mães mais incríveis do mundo
Depois de colocar o cinto de segurança em suas filhas gêmeas de dois anos de idade no banco traseiro de seu carro, a mãe Mindy Tran, da cidade de Lawrence, Massachussets (EUA) decidiu verificar a fechadura da porta da frente de sua casa.
Quando ela fechou a porta, Tran se virou e viu o carro andar em direção à rua movimentada. Seu primeiro instinto foi de parar o carro, pulando atrás dele e começar a empurrá-lo. Quando isso não funcionou, Tran se jogou no chão para retardar o carro, afirmando: “Eu tive que me usar como um obstáculo para retardá-lo o suficiente para que um dos meus vizinhos entrasse nele e o parasse.”
Com a ajuda do vizinho, a mãe corajosa conseguiu parar o carro, mas esmagou uma de suas pernas e deslocou a outra no processo. Tran tem um longo caminho para a recuperação à sua frente, mas disse: “Eu teria sacrificado mais que isso para manter minhas meninas seguras. As minhas filhas são tudo para mim. Estou feliz por minhas filhas estarem bem.”


Continuar lendo >>

bom negócio aqui deu no postevídeo de mulher nigado e tasado no matovesinho pea mae crianca do maternalverbriga de rua

01
10
14
Ser humano e viver uma vida na Terra significa um monte de coisas. O mundo pode parecer um lugar grande, e pode parecer que as pessoas são todas muito diferentes de você, dependendo de onde e como elas vivem. No entanto, você provavelmente tem mais em comum com o resto do mundo do que você pensa. Você pode vir de diferentes culturas, acreditar em coisas diferentes, e conhecer pessoas que têm preconceito com pessoas como elas…mas o melhor é sempre se lembrar de que todo mundo é uma pessoa. Assim como você.
Aqui estão 25 imagens que captam a beleza, a alegria, a dor e o sofrimento do ser humano. Elas vão te emocionar. Confira:
Garota carregando um rifle de assalto para proteger sua família contra o EI (Estado Islâmico; organização terrorista fundamentalista).
Pessoas incríveis e suas realidades


Continuar lendo >>

pessoas incriveisas pessoas asumem realidades que não são suas imagenspessoas emkryveis

24
08
12

Uma das crendices populares mais fortes e ainda presente na cultura mundial é a dita “Maldição”. Para os defensores da existência manifestação metafísica, o destino de uma pessoa ou um grupo de pessoas pode ser definido para o lado extremo negativo quando estão encobertos por uma maldição.

1. James Dean e o Pequeno Bastardo

Em 30 de setembro de 1955, James Dean foi morto quando o Porsche 550 Spyder prata que ele chamava de Little Bastard (Pequeno Bastardo) foi atingido por um veículo que vinha na direção contrária. Um ano depois da batida de Dean, o carro se envolveu em mais dois acidentes fatais e feriu outras seis pessoas. Depois do acidente, o que sobrou do carro foi comprado pelo projetista de hot rod George Barris, o “Rei dos Customizáveis”. (Barris, que desenhou o Batmóvel, foi quem personalizou o Little Bastard para James Dean.)

Enquanto estava sendo arrumado, o Pequeno Bastardo caiu sobre as pernas de um dos mecânicos e esmagou-as. Depois disso, Barris decidiu se livrar do carro maléfico: vendeu o motor e a transmissão do carro a dois médicos que participavam de corridas, e dois pneus para outra pessoa. Durante uma corrida, o carro que recebeu o motor saiu da pista e bateu numa árvore, matando o piloto. O carro que recebeu a transmissão travou e capotou várias vezes, deixando o outro médico-piloto gravemente ferido. A outra pessoa que comprou os pneus do Little Bastard foi parar no hospital, depois que os pneus explodiram simultaneamente, provocando um grave acidente.

Barris então decidiu emprestar o que restou do carro para a California Highway Patrol, que faria uma exposição sobre a importância da segurança no trânsito. Na véspera do evento, um incêndio atingiu o galpão de exposição e todos os carros foram destruídos, exceto – é claro – o Pequeno Bastardo, que sobreviveu sem nenhum arranhão além dos que já tinha. Quando o carro foi colocado em exibição em Sacramento, caiu do display e quebrou o quadril de um adolescente que estava lá. O carro foi colocado dentro de um caminhão para ser levado de volta a Salinas, na Califórnia. O motorista perdeu o controle do caminhão no caminho, foi jogado para fora da cabine e esmagado pelo carro quando este caiu da carroceria.

Em 1960, depois de ser exibido em Miami, os restos do carro maldito desapareceram a caminho de Los Angeles. O Little Bastard nunca mais foi visto depois disso.

2. A maldição da tumba de Tutancâmon

Todos os integrantes da equipe que descobriu a tumba de Tutancâmon morreram de forma trágica

As lendas e mitos que cercam as pirâmides atraem muitas pessoas e reforçam o lado misterioso que cerca a antiga cultura egípcia. Esse mistério começou a ser instigado com a febre de escavações e expedições arqueológicas que tomaram conta das antigas cidades egípcias. Em 1923, um grupo de pesquisadores comemorou a descoberta da tumba de um faraó com mais de 3000 anos de existência.

Este faraó era o lendário Tutancamon, que teve sua múmia encontrada ao lado de artefatos em ouro, bacias cheias de grãos e uma inscrição egípcia prometendo que a morte afligiria todo aquele que viesse a perturbar o sono do faraó. Mesmo com seu tom ameaçador, aquele e outros avisos não foram capazes de sanar a cobiça dos saqueadores de tumbas que violaram o descanso de diversas outras múmias. Será que a maldição atingiria aqueles que ignoravam o silencioso aviso?

Em meio a tantas lendas, o arqueólogo Howard Carter resolveu embrenhar-se na região do Vale dos Reis à procura dos artefatos pertencentes a algum faraó egípcio. Chegando por ali por volta de 1916, a equipe liderada por esse pesquisador não acreditava nos avisos que diziam ser impossível encontrar algum tesouro arqueológico entre tantas escavações inacabadas. Seis anos depois, Howard ainda não havia conseguido encontrar pistas de um desconhecido rei egípcio que havia sido enterrado naquela região.

Obcecado por suas hipóteses, tentou organizar uma última escavação em uma região ocupada por algumas cabanas. Depois de remover as rudimentares construções do local, as primeiras escavações foram presenteadas com o encontro de uma escadaria. Alguns dias depois, a equipe de Carter percebeu que se tratava de um acesso a uma passagem obstruída. Aquela descoberta impulsionou um trabalho mais intenso que, logo em seguida, desbloqueou um corredor que dava acesso a uma outra porta.

A porta possuía um lacre visivelmente quebrado e, posteriormente, reconstruído. Tal indício diminui as expectativas de Howard Carter em encontrar um tesouro arqueológico intacto. Depois vencer o obstáculo de uma última porta, a equipe arqueológica deparou-se com uma sala abarrotada de artefatos de grande detalhe e um trono revestido em ouro. Nessa sala percebeu a existência de uma outra porta onde, por uma fresta, identificou-se um novo cômodo.

Após essas descobertas, Carter teve a astúcia de fechar os acessos àquele local e lançar um monte de entulho na via de acesso a escadaria. Meses depois, levantou uma maior quantidade de recursos e especialistas para trabalharem naquele grande achado. Voltando à primeira sala, retirou e catalogou todos os seus objetos. Dessa vez, abriu o segundo cômodo e lá deu de cara com uma enorme urna funerária que ocupava quase todo o espaço do lugar.

Ao longo de seis anos após a descoberta, trinta e cinco pessoas ligadas à descoberta da múmia de Tutancamon morreram em condições misteriosas. Para combater as lendas e explicações sobrenaturais, cientistas levantaram a hipótese de que alguma substância tóxica ou fungo venenoso fora criado na época para que ninguém viesse a profanar aquela sala mortuária. Outros ainda chegaram a afirmar que os egípcios já conheciam a energia atômica e teriam depositado urânio nas tumbas.

3. Clube dos 27

Se você for uma estrela de rock e tiver cerca de 27 anos, talvez seja bom tirar um ano de folga para evitar entrar para “O Clube”. Robert Johnson, músico que Eric Clapton chamava de “o mais importante blueseiro que já existiu”, tocava guitarra tão bem que há quem diga que ele deve ter feito um pacto com o Diabo. Por isso, quando ele morreu aos 27, seus colegas disseram que deve ter sido a hora de pagar a dívida.

Desde Johnson, vários gênios musicais morreram na tenra idade dos 27. Brian Jones, membro fundador dos Rolling Stones, em 1969. No ano seguinte, foram levados Jimi Hendrix e Janis Joplin. Em 1971, foi a vez de Jim Morrison. Kurt Cobain se juntou ao Clube em 1994. Todos com 27 anos. Coincidência? Ou esses gênios musicais também estavam pagando seus débitos?

4. A maldição do filme Poltergeist

O filme é uma trilogia. Poltergeist (1982), Poltergeist II (1986), e Poltergeist III (1988). Cada um conta episódios da vida dos Freelings, uma família que tem a má sorte de morar em uma residência habitada por espíritos. Esses espíritos circulam pela casa para sequestrar as pessoas, emitir ruídos, dentre outros. A palavra Poltergeist significa que é um fantasma barulhento e destrutivo (geralmente não malicioso), sendo o responsável pelos ruídos estranhos e objetos se movendo em residências mal assombradas. Existe uma hipótese de que os Poltergeists estão muito ligados a crianças, especialmente às meninas. Quatro mortes ocorreram logo depois das gravações dos filmes. Assim surgiu o boato de que o filme teria trazido uma maldição sobre as pessoas que participaram da película. Embora a coincidência seja uma explicação mais aceitável do que uma maldição, as mortes não devem ser descartadas. O mais estranho é que das quatro pessoas mortas, duas sofreram de problemas no coração (dentre elas a jovem Heather O’Rourke de 12 anos).
Dominique Dunne (22 anos) – morreu em 4 novembro 1982 no centro médico em Los Angeles, ficou quatro dias em coma antes de falecer. Foi encontrada pelo seu namorado em estado de choque;
Will Sampson (53 anos) – morreu em 3 junho 1987 em um hospital de Houston após ter recebido um transplante de coração 6 semanas mais cedo. A causa de sua morte foi atribuída à infecção pós-operatória.
Julian Beck (60 anos) – morreu do câncer do estômago em 14 setembro 1985 no hospital de Sinai da montagem em New York. Ele obteve dispensa por um período entre o primeiro e o segundo filme. Sua morte não era inesperada pois já estava com câncer há 18 meses.
Heather O’Rourke (12 anos) – morreu de choque séptico em 1 fevereiro 1988 no hospital das crianças em San Diego. Teve problemas grandes com obstrução de algumas artérias do coração, que chegou a parar e ser reanimado novamente. Foi removida para outro hospital mas morreu na mesa de cirurgia.

5. Rasputin e os Romanov


Rasputin, autoproclamado mágico e líder cult, cavou seu caminho para o palácio dos Romanovs, a família dominante na Rússia, perto da virada do último século. Só que Rasputin ficou famoso demais, o sucesso subiu-lhe à cabeça.
Alguns dos Romanovs supostamente decidiram livrar-se dele. Mas Rasputin era excepcionalmente resistente.
Consta que ele tomou veneno, caiu da escada e levou repetidos tiros antes de finalmente morrer.
” primeiro ele foi envenenado num jantar, porém sua úlcera crônica o fez expelir todo o veneno. A história real conta que em 1916, o monge russo Rasputin sofreu uma segunda tentativa de envenenamento por cianeto. Durante um banquete, o príncipe Yussopoff e seus amigos ofereceram a Rasputin um pudim contendo cianeto de potássio em quantidade suficiente para matar várias pessoas. Embora Rasputin tenha comido grande quantidade desse pudim, ele não morreu. Por esse motivo, e pelo fato de serem atribuídos poderes satânicos ao monge criou-se uma lenda de sobrenaturalidade envolvendo o fato. A lenda só foi desfeita em 1930, quando foi descoberto que alguns açúcares, como a glicose e a sacarose, se combinados com o cianeto, formam uma substância praticamente sem toxicidade, denominada cianidrina. Posteriormente, Rasputin teria sido fuzilado, sendo atingido por um total de onze tiros, tendo no entanto sobrevivido; foi castrado e continuou vivo, somente quando foi agredido e o atiraram inconsciente no rio Neva ele morreu, não pelos ferimentos, mas afogado.” Diz-se que, em seu leito de morte, Rasputin murmurou uma maldição, assegurando que os monarcas da Rússia iriam estar todos mortos no curso de um ano. Isso de fato acontece, já que a família Romanov foi brutalmente assassinada em uma execução em massa menos de um ano depois da morte de Rasputin.

6. A maldição da família Kennedy


Tá, talvez se esta família tivesse ficado longe da política e dos aviões, seu destino teria sido diferente. De qualquer forma, o número de tragédias na família Kennedy levou alguns a acreditar que deve haver uma maldição em todo o rebanho. Você decide:

Joseph Jr. e Kathleen, irmãos de JFK, morreram em acidentes de avião em 1944 e 1948, respectivamente. Rosemary, outra irmã de JFK, ficou internada em um manicômio durante anos. O próprio John F. Kennedy, 35º presidente dos EUA, foi assassinado em 1963, aos 46 anos.
Robert Kennedy, irmão mais novo de JFK, também foi assassinado cinco anos depois.
O senador Ted Kennedy, irmão caçula de JFK, sobreviveu a um acidente de avião em 1964. Em 1969, o carro que ele dirigia caiu de uma ponte, causando a morte de sua companheira, Mary Jo Kopechne. Suas pretensões presidenciais foram praticamente enterradas com a mulher.
Em 1984, David, filho de Robert Kennedy, morreu de overdose de drogas. Outro filho, Michael, morreu em um acidente de ski em 1997.
Dois anos depois, em 1999, John John (filho de JFK e Jacqueline Kennedy), sua mulher e sua cunhada morreram quando o pequeno avião que ele pilotava caiu no Oceano Atlântico.

Geraligado – Todo mundo ligado .
maldições famosasheather orourke morteheather o\rourke mortemaldições mais engraçadas do mundo