03
03
16

Você gosta da história dos mitos? Eles são aquelas famosas narrativas que os povos gregos usavam para explicar as coisas que aconteciam na natureza, como o mundo surgiu e até mesmo os fatos da realidade que os seres humanos não compreendiam. E os mitos costumam ser bastante repassados entre as gerações e cada vez mais surgem novos. As pessoas gostam de usar personagens sobrenaturais, herois, deuses, animais, além de muita simbologia para misturar as histórias aos fatos reais. Acaba que os mitos são uma forma de contar algo que está acontecendo por meios sobrenaturais ou com simbologias diferentes. Separamos para você não os mitos surpreendentes, mas sim alguns dos mais bizarros já contados em algumas culturas. Confira:

1 – Mbombo, O Gigante – A criação Bakuba

Este mito conta a história do famoso gigante branco. Ele faz parte de um mito africano que conta sua versão sobre a criação do mundo. Um dia, ele deu origem ao sol, às estrelas e a lua depois de sentir uma forte dor no estômago.

A terra seca havia surgido por meio da fusão do brilho forte do sol e a água em estado de vapor das nuvens. A teoria conta de que não havia nada na terra a não ser a água e ele. Depois que ele começou a vomitar o sol, a lua e as estrelas, mais tarde vieram as árvores, os animeis e até mesmo o homem e a mulher.

2 – A leoa do Egito Sekhmet

Sekhmet é uma criatura caçadora feroz do Egito. O nome dela significa que ela é “aquela que é poderosa” e o nome “sekhem” significa poder.

Sua representação é feita por uma mulher vestida de vermelho, com a cabeça de uma leoa que é considerada pela crença egípicia como uma deusa guerreira da vingança e das doenças para os egípcios antigos. Segundo as lendas, ela foi enviada por Rá com o objetivo de destruir as pessoas que conspiravam contra ele.

3 – A “irmã de Zeus” Hestia

O mito dela é contado como uma deusa muito querida da arquitetura, cozinha, além de afirmarem que ela era a irmã de Zeus. Hestia também era conhecida por ser uma virgem.

Segundo conta o mito, ela recebeu a chave para o Monte Olimpo das mãos de Zeus depois de se oferecer para dar fim a um confronto entre atletas olímpicos. Ficou conhecida como deusa da virgindade por pedir a Zeus proteção para manter a virgindade dela por toda a eternidade.

4 – Mayari e Apolaki – O mito do Sol e da Lua – – Mitologia Tagalog

A mitologia Tagalog retrata a história do Sol e da Lua. Existia um ser supremo e criador do universo chamado Bathala que faleceu e seus dois filhos Mayari e Apolaki começaram a disputar quem governaria a Terra no lugar do pai falecido.

Eles partiram para uma luta corporal e Apolaki acertou o rosto de Mayari, fazendo com que ela perdesse um de seus olhos. Assim que viu que machucou a irmã, resolveu tomar a decisão de governar em parceria com ela só que Mayari no período da noite e Apolaki de manhã.

5 – A mitologia da ninfa Dafne e Apolo

Tudo começou com uma provocação do senhor das artes e o mais belo dos deuses, Apollo, por subestimar o potencial da flecha do cupido do amor. Tentado a mostrar a força de sua flecha, o cupido acerta uma flecha com ouro na ponta no coração de Apolo e faz com que ele se apaixone pela moça Dafne.

Ela recebeu uma flecha com ponta de chumbo, que fazia com que a moça não se apaixonasse pelo deus. Daí então, ela pediu que seu pai mudasse a forma dela. Atendendo ao pedido, ela se transformou em uma planta, o loureiro, e Apolo chorou por ter perdido sua paixão e acabou levando a folha com ele por onde quer que fosse.

2 mito de duas culturas diferentesmitologia diferentessignificado flecha do cupido ficar bobo
Porno
PornoEAdulto

Deixe seu comentário

Os comentários do blog, são via Facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor.