11
09
14
A violência nos filmes é um assunto delicado, e o debate sobre se a exaltação do estilo de vida criminoso leva a um comportamento semelhante em espectadores só aumenta. Não se pode negar que, por vezes, imagens icônicas se apegam a pessoas perturbadas…ou melhor: elas se apegam a essas imagens. Para provar isso, o Geraligado juntou cinco exemplos de crimes cometidos na vida real que se assemelham muito com crimes que foram praticados em filmes específicos.
É meio difícil acreditar que essas pessoas assistiram crimes horríveis na telona (ou na telinha) e disseram para si mesmas: “Ei, isso é realmente uma boa ideia”. Mas é assim que a humanidade funciona: sempre se decepcionando um dia após o outro. Confira os filmes que inspiraram crimes reais:
O CLUBE DA LUTA (1999)
Filmes do cinema que inspiraram crimes na vida real
O filme de David Fincher surtiu impacto em homens que sentiram que foram castrados pela sociedade ocidental. Foi só uma questão de tempo até diversas bombas caseiras terem sido encontradas em Nova York no fim de semana do Memorial Day de 2009. Elas foram plantadas e jogadas em vários locais da cidade, incluindo um Starbucks no Upper East Side, aparentemente seguindo a lógica de destruição do filme de empresas que consideravam símbolos de sua opressão. Os atentados foram eventualmente rastreados e levaram as autoridades até Kyle Shaw, um membro de um “clube da luta” local.

 
PROJETO X: UMA FESTA FORA DE CONTROLE (2012)
Filmes do cinema que inspiraram crimes na vida real
No filme, um grupo de adolescentes nerds organizam uma festa na casa de um deles, enquanto os pais estão viajando fora. A festa cresce rapidamente, totalmente fora de controle, resultando em um caos de drogas, armas, e, eventualmente, deixando o quarteirão inteiro em chamas. Adolescentes em todo o país pensaram: “Boa ideia”. Uma epidemia de crianças copiando o filme estava prestes a acontecer. Incidentes do tipo foram relatados em lugares tão diversos como Texas, Utah, e na Flórida, geralmente ocorrendo em prédios abandonados, em que entraram ilegalmente. Danos materiais ocorreram em abundância, juntamente com outras catástrofes que, obviamente, seriam esperadas desses encontros fora de controle, mas que ninguém parecia considerar. Vários adolescentes ficaram feridos, algumas vezes fatalmente, a tiros. E muitos mais foram acusados ​​de posse de drogas e álcool. Um incidente no Texas terminou com a polícia resgatando uma garota nua bêbada sendo transportada por um carro cheio de rapazes. O problema ficou tão ruim que a Warner Brothers, distribuidora do filme, divulgou um comunicado que dizia: “Galera, é só um filme. Parem com isso”.
PÂNICO (1996)
Filmes do cinema que inspiraram crimes na vida real
O filme de Wes Craven foi revolucionário no cinema de horror, uma paródia de diversos filmes do gênero que ainda conseguiu ser ligeiramente assustador. Foi também, de acordo com um juiz americano, uma “fonte muito boa para aprender a matar alguém”, e, de fato, inspirar uma série de assassinatos. O mais notório foi o da adolescente belga Alisson Cambier. Ela tinha feito amizade com Thierry Jaradin, de 24 anos, e foi visitá-lo em sua casa um dia quando ele a convidou. Depois que ela recusou ir para a cama com o rapaz, ele se desculpou, pediu licença para ir a outro cômodo da casa, onde vestiu o traje icônico do Ghostface. Ele selecionou duas facas grandes, que ele acabou usando para esfaquear Cambier 30 vezes na maneira exata que a vítima na cena de abertura do filme sofreu.
JOGOS MORTAIS (2004)
Filmes do cinema que inspiraram crimes na vida real
O assassino Jigsaw da franquia Jogos Mortais tem todos os ingredientes de um anti-herói psicopata. Suas armadilhas são elaboradas, engenhosas, e horríveis — ele tem como alvo apenas pessoas que estão prejudicando a si mesmas e seus jogos são projetados para ensinar a elas o valor da vida. Jigsaw nunca mata ninguém; ele afirma que os que não têm vontade suficiente para viver, se matam. É justo, então, dizer que o crime inspirado em Jigsaw na verdade nunca fez mal a ninguém…pelo menos, não da forma que os criminosos queria,. Uma mãe de Salt Lake City, EUA, entregou seu filho e um amigo à polícia depois que ela os ouviu conspirando o sequestro, tortura e assassinato de várias pessoas. Os dois meninos, com idades entre 14 e 15 anos, tinham planos detalhados para a criação de jogos no estilo Jogos Mortais para ensinar uma lição para as pessoas que supostamente prejudicaram outras pessoas, incluindo um policial e duas meninas do ensino médio . Os meninos ainda disseram à polícia que tinham câmeras e filmadoras para documentar os crimes, como Jigsaw fez.
BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS (2008)
Filmes do cinema que inspiraram crimes na vida real
Todo mundo sabe sobre a tragédia no estado do Colorado, EUA, em que um homem de cabelos laranja gritou: “Eu sou o Coringa!” antes de entrar armado em uma sala de cinema cheia de fãs de Batman, e fuzilar quase todos eles. Mas ele não é o único cara que se inspirou no Coringa. Em 2010, um homem do estado de Wisconsin foi condenado a quase um ano de prisão depois que ele invadiu a casa de seu primo e o agrediu violentamente enquanto estava vestido e maquiado como o Coringa. O homem suspeitava que seu primo dormia com sua ex-namorada e atacou os dois quando ele os encontrou na cama juntos. Isso é explicável: o primo traíra, desde criancinha, tinha medo do principal vilão do Batman. Que maldade.
Tenso! Qual desses crimes foi o pior, na sua opinião?
Geraligado – Todo mundo ligado .
como o coringa na vida realcoringa vida realcrimes cometidos por ghostface na vida realfilme bebada crime

Deixe seu comentário

Os comentários do blog, são via Facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor.