09
09
16

Em meados do primeiro milênio da era cristã, entre os anos de 541 e 542, por causa da Praga Justiniano, uma doença que afetou o Império Bizantino e várias partes da Europa, Ásia e África, matando milhões de pessoas. Séculos depois, dezenas de milhões de pessoas morreram devido a peste negra. Essa epidemia se espalhou pelo continente europeu entre os anos de 1347 e 1351 e causou um número de óbitos maior do que qualquer guerra ou epidemia ocorridas até aquele momento.

Os dois eventos resultaram na morte de mais de 10% da população mundial da época. Segundo a definição usada pela consultoria Global Challenges Foundation (GCF), essas epidemias entrariam na categoria de catástrofe global. A GCF tem sede em Estocolmo, na Suécia, e se dedica a analisar as grandes ameaças mundiais.

E, em seu relatório Riscos Catastróficos Globais 2016, afirma que o risco de uma calamidade desse tipo acontecer nos tempos de hoje não pode ser menosprezado. O documento da fundação faz uma grande análise dos sete principais perigos de uma catástrofe global, saiba quais são:

1 – Mudanças climáticas
7-possiveis-ameacas-que-podem-ocasionar-no-apocalipse1
“É impossível saber com exatidão qual é o nível de aquecimento da atmosfera que pode resultar em uma catástrofe global”, afirmou o relatório. No entanto, ele descreve os ricos das alterações climáticas oscilam entre alto e muito alto. As consequências esperadas do aumento das temperaturas tem graves impactos sobre os sistemas individuais ou ameaçadas, extinção substancial de espécies e ameaças à segurança alimentar.

2 – Uma pandemia natural
7-possiveis-ameacas-que-podem-ocasionar-no-apocalipse2
Durante os últimos 300 anos, houve cerca de 10 pandemias de gripe no mundo, embora nenhuma tenha causado a morte de mais de 5% da população mundial. No entanto, segundo a GCF, as facilidades para esse tipo de doença se espalharem pelo planeta aumentaram devido à globalização e pelo aumento de interação entre os humanos e animais.

As probabilidades de ocorrer uma pandemia catastrófica que tenha efeitos globais são menores. Uma pesquisa que consultou especialistas afirma que há 15% de probabilidade de ocorrer uma pandemia de H5N1, conhecida como gripe aviária, nos próximos três anos.

3 – Guerra Nuclear
7-possiveis-ameacas-que-podem-ocasionar-no-apocalipse3
O relatório da GCF afirma que um conflito nuclear iria criar dois tipos de dano. O primeiro seria causado diretamente por explosões, fogo e radiação. E o segundo seria o chamado inverno nuclear, causado pela fumaça que chegaria à atmosfera como consequência do incêndio de cidades inteiras, fábricas e materiais inflamáveis.

O texto cita um relatório do governo dos EUA em 1979, que estima que tenham ocorrido um conflito nuclear entre as duas superpotências da Guerra Fria (EUA e União Soviética), entre 35% e 77% da população dos EUA teria morreria e entre 20% e 40% da população soviética não conseguiria sobreviver.

4 – Supervulcões
7-possiveis-ameacas-que-podem-ocasionar-no-apocalipse4
A erupção do vulcão Toba, na Indonésia, cerca de 70.000 anos atrás, reduziu a população humana cerca de 100.000 para cerca de 4.000 pessoas, dizem os especialistas. Em adição, acredita-se que, quando o vulcão entrou em erupção, foram atiradas para a atmosfera grandes quantidades de poeira e sulfatos que causou um esfriamento das temperaturas globais entre 3° C e 5° C, que durou vários anos e causou uma perda considerável de vida animal e vegetal. No entanto, indica que é muito difícil haver estimativas sobre a possível erupção de um supervulcão. Mesmo que alguns especialistas avaliem que isso ocorra em média a cada 30 mil a 50 mil anos.

5 – Asteroides e cometas
7-possiveis-ameacas-que-podem-ocasionar-no-apocalipse5
De acordo com a ciência, há cerca de 66 milhões de anos atrás um asteroide de cerca de 10 km de diâmetro caiu sobre parte do território do México, causando a extinção dos dinossauros pela magnitude da destruição causada. Agora, o relatório da GCF sugere que o impacto de um asteroide ou um cometa, com mais de 1,5 quilômetros em diâmetro, poderia matar milhões de pessoas. Em grande parte devido ao esfriamento das temperaturas que causaria, além dos danos para a agricultura. O texto cita uma pesquisa de 2015, para a qual a probabilidade de que um asteroide se choque com a Terra nos próximos cem anos e tenha um efeito global significativo é de aproximadamente uma entre 1.250.

6 – Vírus de laboratório
7-possiveis-ameacas-que-podem-ocasionar-no-apocalipse6
Em 2001, um grupo de pesquisadores da Austrália estava trabalhando em uma vacina contraceptiva para ratos, com o objetivo de controlar a sua população. Mas eles acabaram criando um vírus de laboratório que matava cada uma das vítimas, destruindo parte de seu sistema imunológico. Essa descoberta acidental foi um lembrete à comunidade científica do risco de que essas descobertas acabem sendo usados para fins destrutivos. O texto indica que até 2012 havia pelo menos 42 laboratórios dedicados à pesquisa com agentes patogênicos com potencial para causar pandemias.

7 – Inteligência artificial
7-possiveis-ameacas-que-podem-ocasionar-no-apocalipse7
O GCF inclui em sua lista de riscos a possibilidade de desenvolver um sistema de inteligência artificial que tem efeitos negativos sobre a humanidade. O relatório faz previsões de especialistas a respeito de quando será desenvolvido um sistema que seja capaz de realizar tarefas tão bem como um humano, o que, de acordo com pesquisadores consultados, tem 50% de probabilidade de ocorrer por volta do ano 2050. “Presumindo que se consiga desenvolver um sistema de inteligência artificial equivalente à inteligência dos humanos, seu impacto social no longo prazo é desconhecido”, afirmou o texto.

Deixe seu comentário

Os comentários do blog, são via Facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor.