09
11
15

Mentiras sobre filmes se espalham como fogo vivo. Como quase nunca é possível refutá-las, qualquer pessoa, desde um garotinho no playground até um bêbado em um bar, pode espalhar boatos sobre eles. Agora, com a internet, a situação ficou ainda pior. Você até pode pensar que seria mais fácil comprovar a vericidade de uma história, mas não é bem isto que acontece.

Que bom que estamos aqui para desmentir, não é verdade? Veja 5 mentiras que todo mundo acredita sobre filmes famosos!

5 – Harry Potter

A mentira: J. K. Rowling contou a Alan Rickman o segredo de Snape.

O herói indiscutível de Harry Potter foi Severo Snape, que aparentava ser só um professor de poções, quando na verdade tinha todo um passado obscuro (e ao mesmo tempo encantador). Como não se emocionar com a sequência em que nos é revelado o grande segredo de Severo? “Always”. O fato de ele ter sido apaixonado pela mãe de Harry e jurado protegê-lo muda tudo. Segundo reza a lenda, o ator sabia disto desde o início, já que Rowling, a autora da saga, teria lhe contado para convencê-lo a aceitar o papel.

A verdade: Ela apenas insinuou. Uma vez.

Sabemos que Rowling realmente planejou quase tudo com antecedência – prova disto é o sapo de chocolate de Dumbledore, que mencionou pela primeira vez o bruxo das trevas Grindelwald ainda no primeiro livro. Ainda assim, tanto ela quanto a editora mantinham tudo em absoluto sigilo – em especial algo tão importante. A história tem origem em uma verdade, no entanto: quando o ator estava se preparando para o papel, Rowling deu a ele uma dica de que Snape era muito mais do que aparenta. E isso é tudo. Rickman tentou desmentir várias vezes a história, mas ela permanece.

4 – Homem de Aço

A mentira: Matar o Zod descaracterizou o personagem.

Para algumas pessoas, O Homem de Aço foi uma verdadeira bagunça. O feito que mais decepcionou foi a desconstrução que o personagem sofreu na história contada por Zack Snyder. Ainda que o filme tenha sido um sucesso, não foi o suficiente para a Warner Bros, que precisou colocar o Batman para esquentar as coisas. Uma das maiores queixas do público foi a violência exacerbada no último ato do longa, que culminou no Superman quebrando o pescoço do General Zod – algo que o herói jamais faria.

A verdade: Ele já fez isto antes.

Sim, é verdade que houve um punhado de modificações na mitologia de Kal-El, tudo para dar ao filme uma nova cara, mas matar Zod não é uma delas; é o Batman, e não o Superman, que tem esta regra de não matar ninguém. Volte para Superman II. No clímax do filme, nosso herói derrota Zod e seus capangas antes de jogar o General em uma caverna na Fortaleza da Solidão. Se isto não é assassinato, não sei o que é. O Homem de Aço cometeu alguns erros ao atualizar o personagem, mas certamente matar um vilão considerado imparável não foi um deles.

3 – Batman Begins

A mentira: O cartão do Coringa é um prenúncio direto para O Cavaleiro das Trevas.

Hoje em dia, em especial graças aos filmes da Marvel, todo easter-egg é visto como uma dica para algo que está por vir, como se tudo já estivesse planejado (em alguns casos, realmente está). Quando uma carta do Coringa apareceu em Batman Begins, os fãs não tiveram dúvidas de quem seria o vilão da sequência, que com certeza viria.

A verdade: Foi apenas um recadinho para os fãs, nada mais.

Ainda que o cartão tenha sido explorado em O Cavaleiro das Trevas, Nolan não havia decidido isso quando filmou o primeiro filme. Como Batman havia acabado de se estabelecer como o protetor de Gothan, Nolan usou a carta do Coringa para mostrar ao público as histórias com as quais estamos mais familiarizados, e nada mais. O diretor é conhecido por se concentrar em apenas um filme de cada vez, de forma que é bem difícil que ele já soubesse o que aconteceria a seguir.

2 – Avatar

A mentira: James Cameron demorou dez anos para fazer Avatar.

É verdade que James Cameron iniciou o roteiro de Avatar em 1994, e pretendia engatar a produção do filme logo depois de Titanic. As limitações da época, no entanto, o impediram de tocar o projeto. Ainda assim, como reza a lenda, Cameron continuou trabalhando no projeto assiduamente até o seu lançamento em 2009.

A verdade: Ele ficou ocupado com outras coisas.

Você sabe que esta afirmação é verdadeira porque Cameron realmente lançou um filme neste ínterim: Fantasmas do Abismo, um documentário sobre o naufrágio do Titanic. Só depois de seu lançamento, em 2003, ele começou a olhar com mais atenção para Avatar, que ainda foi empurrado por causa de outros projetos. O filme só ganhou sinal verde em 2005. Ou seja, Cameron levou 4 anos para fazê-lo, e não dez.

1 – Planeta dos Macacos

A mentira: O planeta dos macacos é a Terra.

Como também acontece em Star Wars: O Império Contra-Ataca ou Psicose, o final de Planeta dos Macacos se tornou tão icônico que já nem pode mais ser considerado um spoiler. Até porque a cena final é a capa do DVD do filme! Este é o momento em que descobrimos que os Macacos são os sobreviventes do nosso próprio planetinha azul, ou pelo menos é o que acreditamos.

A verdade: Esta não era a ideia original.

Na história original, escrita por Pierre Boulle, os macacos vivem em outro planeta, mas tiveram contato com a Terra, razão pela qual tentaram recriar alguns dos nossos valores e até mesmo alguns ícones culturais. Foi só nos primeiros rascunhos do filme que a reviravolta foi pensada, de forma que, apesar de nunca ter sido confirmado, a sensação que temos é que se trata mesmo da Terra.

Porno
PornoEAdulto

Deixe seu comentário

Os comentários do blog, são via Facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor.