06
04
15

Não se sabe muito bem quando aconteceu a invenção do giz de cera, mas existem alguns registros de que a cera e pigmentos eram usados pelos egípcios. Na fábrica de giz mais famosa do mundo, a Crayola, se fabricam cerca de 12 milhões de gizes de cera por dia.
Um trem chega até a fabrica duas vezes por semana com cera incolor, que é aquecida através de vapor e bombeada até a fábrica. Lá os funcionários adicionam pó colorido na mistura e, com a cera ainda líquida, é derramada em uma forma com espaço para 110 gizes. Depois a cera passa por um processo de resfriamento até que volte a ser sólida. Após esse processo, os lápis de cera são empurrados do molde até a máquina de rótulos, que embrulha cada giz com papel e em seguida vão para as caixas prontas para serem vendidas!

Por dentro de uma fábrica de giz de cera5

Por dentro de uma fábrica de giz de cera

Por dentro de uma fábrica de giz de cera1

Por dentro de uma fábrica de giz de cera2

Por dentro de uma fábrica de giz de cera4

Por dentro de uma fábrica de giz de cera6

Deixe seu comentário

Os comentários do blog, são via Facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor.