22
04
15

CONHEÇA A ASSUSTADORA ILHA DAS BONECAS1

Um dos lugares mais aterrorizantes do planeta é a Ilha das Bonecas (Isla de las Muñecas), localizada entre os canais de Xochimico que fica ao sul do México.

Uma pequena ilha com um história triste que nunca teve a intenção de ser um destino turístico. O que chama a atenção neste lugar são as centenas de bonecas mutiladas que pairam entre os galhos das árvores mortas.

CONHEÇA A ASSUSTADORA ILHA DAS BONECAS2

A lenda por trás desta ilha começou a mais de meio século atrás, quando uma menina morreu em circunstâncias misteriosas, e que os bonecos são possuídos por um espírito. Um ermitão chamado Don Julián Santana Barrera foi o único habitante permanente da ilha, que apesar de ter tido uma esposa e família, optou por viver sozinho na ilha. O referido cuidador da ilha não foi capaz de salvar a vida da menina, pouco tempo depois, ele viu uma boneca flutuando perto dos canais. Ele pescou a boneca e a pendurou numa árvore, pouco tempo depois outras bonecas assustadoras começaram a aparecer flutuando. Convencido de que este era um sinal do espírito do mal, Don Julian começou pendurar as bonecas nas árvores baixas, a fim de proteger-se do mal e diminuir o sofrimento do fantasma.
CONHEÇA A ASSUSTADORA ILHA DAS BONECAS3

Pouco tempo depois dezenas de ramos estavam com bonecas decapitadas e restos de brinquedos mutilados pendurados por toda a parte, transformando toda ilha em um santuário. Depois de 50 anos de coletando e pendurando bonecas na ilha, Don Julian foi encontrado boiando no próprio local onde a menina disse havia se afogado. Desde a morte de Julian, em 2001, a ilha tornou-se muito famosa tornando-se uma atração turística, chamando a atenção de viajantes do mundo todo.

CONHEÇA A ASSUSTADORA ILHA DAS BONECAS4

CONHEÇA A ASSUSTADORA ILHA DAS BONECAS5

arvore de boneca assustadorawww bonecasassassinas com br

Deixe seu comentário

Os comentários do blog, são via Facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor.