29
10
13
Você já deve ter percebido que a maioria dos filmes o nome em ingles é totalmente diferente das traduções, aí vai alguns filmes pra você ver a tradução e ver se ficou melhorr ou pior, vamos lá:

Um sonho de liberdade – Redenção em Shawshank
Uma das melhores adaptações da obra do glorioso Stephen King, que tinha como título original The Shawshank Redemption, que em tradução livre ficaria A Redenção de Shawshank ou Redenção em Shawshank, foi sabiamente mudado para Um Sonho de Liberdade. Shawshank é o nome da penitenciária do filme, e filmes que tem o nome de suas locações acabam sofrendo mudanças, pois o título original pode não significar nada para os espectadores de outros lugares do mundo.
O Grande Truque – O Prestigio

É um filme sobre uma disputa entre mágicos, e apesar de o título original The Prestige – O Prestigio, ter até uma coerência com a trama, fica um nome um tanto quanto vago. O Grande truque acabou sendo um bom título, apesar de meio genérico.
Gigantes de Aço – Aço Puro
Outra boa adaptação, Aço Puro, também tem muito a ver com enormes robôs pugilistas, mas Gigantes de Aço soa muito melhor, tornando-o bem comercial, assim como acontece com Real Steel em inglês.
À espera de um Milagre – A Milha Verde
Outra obra de Stephen King, outro ótimo filme, outra boa adaptação. O título original, The Green Mile, é um “apelido” dado ao corredor da morte daquela prisão, atribuído devido a cor do chão do lugar. Como a tradução literal é péssima, À espera de um Milagre foi uma excelente escolha.
Um drink no Inferno – Do anoitecer, até de manhã
From Dusk till Dawn é uma expressão em inglês que pode ser bem explicada no título em Portugal, Aberto até de Madrugada. Mas como a tradução literal não tem tanto a ver com o filme, e também não tem nenhum apelo junto ao público, Um Drink no Inferno foi uma grata surpresa, é um título chamativo e muito… digamos, imponente.
Anjos da Noite – O Submundo
Apesar de eu não ver a menor graça nessa franquia (exceto pela bela presença da Kate Beckinsale), tenho que dizer que Anjos da Noite é um bom título para um filme de vampiros e lobisomens, muito melhor do que Submundo.
Meu malvado favorito – O Desprezível Eu
Desprezível Eu (ou qualquer coisa desse tipo) não se associa em nenhum momento a uma animação infantil. Meu Malvado Favorito é muito mais “cuti-cuti”, e foi uma adaptação certeira das distribuidoras brasileiras.
Como se fosse a primeira vez – 50 primeiros encontros
Um dos raros acertos da carreira de Adam Sandler, uma comédia românica que vive reprisando na Rede Globo, e que tinha o péssimo título de 50 First Dates, e que em Portugal ganhou um spoiler gigante com A minha namorada tem Amnésia. O Brasil se saiu bem com Como se fosse a primeira vez.
Anjos da Lei – 21 Jump Street
Apesar de alguns amigos discordarem de mim, acho Anjos da Lei um excelente nome. 21 Jump Street é um endereço presente na história, e como eu já disse, nomes de locais não são boas escolhas para o título.
A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça – Sleepy Hollow
Mais uma vez o nome de um local presente na trama, Sleepy Hollow é o nome da cidadezinha onde acontecem os mistérios da trama. A Lenda do Cavaleiro sem cabeça é bem condizente com a capa onde tem um homem sem cabeça montado em um cavalo.
Jogos Mortais – Serrar
Serrar ou Serra faz sentido, mas é um título horroroso, jogos mortais é um título bem mais chamativo do que Serra, é claro que em inglês Saw tem um efeito maior.
Um novo despertar – O Castor
Mel Gibson está com depressão e “adota” um castor de pelúcia, que faz parte de seu tratamento psicológico. Eu gosto muito desse filme (aliás, alguém podia dar um bichinho de pelúcia que ensine o Mel Gibson a lidar com as pessoas). Mas se você for manter o título original, O Castor, pode não ter tão a ver com a trama, Um Novo Despertar dá uma ideia melhor de drama e tem ligação com alguém que tem que se recuperar de uma depressão.
Geraligado – Todo mundo ligado .
#####################################################################como è o nomeem ingles do filme meu malvado favorito

Deixe seu comentário

Os comentários do blog, são via Facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor.